Maturidade: em que fase está a sua empresa? | Artigos Paulo de Vilhena

Aprendi com a minha experiência como coach empresarial que um dos aspetos mais desprezados pela maior parte dos empresários no que respeita ao crescimento das empresas é a fase de maturidade em que as mesmas se encontram. Embora menosprezado, este é um aspeto absolutamente crítico.

A maior parte dos empreendedores não pondera a maturidade da sua empresa no processo de tomada de decisão em relação ao crescimento dessa mesma empresa.

É por que é que isto é um erro?

Porque aquela que pode ser uma boa decisão numa determinada fase de maturidade do seu negócio pode não ser uma decisão tão boa se o seu negócio tiver numa fase diferente de maturidade.

Ao longo do tempo, eu desenvolvi aquilo a que chamei o ciclo de vida de uma empresa. E nesse ciclo de vida, eu despistei 7 fases fundamentais.

As primeiras 4 fases são ascendentes:
1.ª A luta inicial: o grande desafio é criar um fluxo de caixa que mantenha o negócio em ação.
2.ª A diversão: a curva de vendas ganha uma inclinação muito acentuada.
3.ª A adolescência: o empresário percebe que este jogo não é só sobre aumentar as vendas, mas é também sobre a capacidade de gerar lucro.
4.ª O apogeu: é o mais próximo que nós podemos considerar do sucesso empresarial.

Depois seguem-se 3 fases descendentes:
5.ª O outono: os indicadores começam a degenerar-se e o empresário sente que faz muito esforço para poucos resultados.
6.ª A grande rotina: a empresa já se torna verdadeiramente burocrática e o processo de decisão é muito pesado.
7.ª A morte: é última fase em que inevitavelmente a tecnologia, a proposta e o valor da empresa se tornam irrelevantes.
(Clique nos links para saber mais sobre cada uma destas fases!)

E porque é que é crítico sabermos em que fase de maturidade está a nossa empresa para podermos tomar as melhores decisões?

Porque há desafios que são críticos em cada fase. E sendo típicos devem ser geridos de determinadas formas. São os que eu chamo desafios normais. Mas depois há também desafios anormais, ou seja, problemas ou desafios que surgem numa determinada altura e que não era suposto aparecerem dada a fase de maturidade em que a empresa se encontra.

Então se é normal ou anormal, é um dos pontos que devem ser ponderados no processo de tomada de decisão. Até porque ainda há um terceiro tipo de desafios, que são os desafios ameaçadores. E esses são os desafios que podem pôr em risco a sobrevivência da própria empresa. Então lembre-se sempre de analisar em que fase de maturidade a sua empresa está para poder ponderar essa maturidade no seu processo de decisão.

Por isso. lembre-se: 
Aquela que é uma boa decisão numa altura pode não ser na noutra!

Gostou deste artigo? Se quer receber quinzenalmente conteúdos como este subscreva a nossa newsletter aqui!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notifique-me se