Um bom equilíbrio de sistemas é o que necessitamos para sair da adolescência e chegar ao apogeu.

Nem sistemas demais nem de menos, apenas o suficiente para estabilizar o crescimento do negócio. Quando somos eficazes a resolver os desafios que nos aparecem na fase da adolescência no ciclo de crescimento de um negócio chegamos ao apogeu.

O apogeu é a fase pela qual todas as empresas esperam. A etapa em que definimos e atingimos os nossos objetivos de forma consistente.

Aqui nós percebemos qual o processo de pensamento (e não as práticas) que nos tornou bem-sucedidos e tentamos mantê-lo a longo prazo.

A empresa consegue manter um crescimento de vendas poderoso e mostrar uma ótima capacidade de transformar essas vendas em lucro. Crescimento e rentabilidade parecem estar de mãos dadas.

A organização, na fase do apogeu, parece perfeitamente alinhada. As estruturas, os sistemas, os processos e as pessoas parecem estar em perfeita harmonia.

Nesta fase, a empresa mostra uma enorme capacidade de atingir aquilo a que se propõe, quase como se pudesse desenhar o seu destino.


A principal atenção das empresas nesta altura deve estar centrada nas pessoas.

Treino, coaching, formação, sistema de progressão na carreira e a possibilidade de ir assumindo mais responsabilidade são o que fazem as pessoas moverem-se.

Este é o momento em que devemos centrar-nos na cultura da empresa e reforçá-la.

É nesta altura que queremos cristalizar os sentimentos de responsabilidade e propriedade. É nesta fase que devemos mobilizar os colaboradores para sentir que fazem parte daquele projetos. Em que eles e a empresa são, de alguma forma, um só.

O negócio, os vários departamentos e colaboradores mostram uma grande facilidade em definir e atingir os seus objetivos de uma forma consistente.

As decisões são tomadas com facilidade e determinação e existe uma cultura de implementação das mesmas.

Cria-se uma cultura de disciplina e responsabilidade onde as pessoas dão o melhor de si próprias. E pedem contas umas às outras, exigindo elevados padrões de desempenho.

E assumem a propriedade e responsabilidade total não só pelas suas ações como pelos seus resultados.

Não existe nenhum tipo de razão pela qual uma empresa deva sair desta fase.

E então importa compreender é quais são os fatores que podem levar a que isso aconteça. O aspeto crítico a considerar é a sobresistematização.

É quando colocamos os processos e sistemas sob esteróides que empurramos a empresa para o Outono, ao lhe retirarmos a capacidade criativa e de inovação.

 

Gostou deste Artigo? Fique a saber mais sobre as 3 fases que antecedem o Apogeu no ciclo de crescimento de um negócio:

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notifique-me se
avatar