Segundo Jack Welch, um dos mais conceituados gestores da História, ao nível de performance, os colaboradores de qualquer empresa distribuem-se ao longo daquilo a que chamamos curva normal em Estatística.

Numa das pontas desta curva estão os colaboradores de pior performance. Depois, no centro, temos a maior parte das pessoas com um desempenho médio e, no lado oposto aos primeiros, os colaboradores com melhor performance, os profissionais de excelência.

O que distingue os seus desempenhos?

Na minha opinião, são sempre os detalhes que fazem a diferença.

São os hábitos que a maioria das pessoas pensa que não vão fazer a diferença no resultado final, mas em que os colaboradores de excelência investem porque valorizam. E é isso que os destaca de todos os outros.

Os melhores profissionais fazem tudo o que os outros fazem, mas prestam atenção a detalhes a que os outros não prestam.

E porque é que eles prestam atenção aos detalhes e os outros não?

Porque os melhores profissionais acham fácil fazer coisas que os outros acham fácil não fazer.

Isto acontece nas mais variadas áreas da nossa vida. O que leva algumas pessoas a destacarem-se nos seus resultados, quando os outros não o conseguem fazer é, sem dúvida, os seus hábitos. Muitas vezes, simples hábitos…

Por exemplo, algumas pessoas acham fácil ir ao ginásio todos os dias, enquanto outras pessoas acham mais fácil não ir. Afinal, é fácil ou não ir ao ginásio todos os dias? Para mim a resposta é simples: sim, desde que eu me organize para isso. Então, para muitas pessoas, é mais fácil não ir do que se organizar.

É fácil ler um bocado todos os dias? Sim… mas também é fácil também não ler.

Portanto, as pessoas que se destacam das outras, os líderes, empresários e mesmo colaboradores que se destacam de todos os outros, fazem-no porque acham fácil fazer coisas que outros acham fácil não fazer.

Os outros “não estão para isso”. Os melhores profissionais percebem que determinados hábitos vão fazer a diferença nos seus resultados a longo prazo.

Em rigor, os profissionais de excelência ligam a alguns detalhes que os outros acham que não são importantes.

Então os detalhes é que acabam quase sempre por fazer a diferença.

Leia também “A FÓRMULA PARA O SUCESSO”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notifique-me se