CURSOS ONLINE DISPONÍVEIS AQUI
CONHEÇA OS NOSSOS CURSOS ONLINE
Próxima Página Próxima Página

Como tenho vindo a repetir com frequência, a chave dos resultados empresariais é, na minha opinião, fazer o mínimo de erros possível e, acima de tudo, evitar erros estúpidos!

Por isso, sempre defendo ser crítico e ter clareza no que respeita às questões fundamentais do negócio para optimizar a probabilidade de distinguir onde devemos colocar o nosso esforço. Como me foi dito mais do que uma vez:

“ Trabalhar (apenas) duro só te vai deixar cansado, trabalhares de forma inteligente é o que te vai deixar rico”.

Fuja do modo ativo e reativo e entre em modo de pensamento e planeamento.

Não vou argumentar que o entusiasmo e a motivação não são importantes mas, pelo menos no que respeita aos negócios, perdem largo para a reflexão e estratégia.

Um empresário precisa de preparar-se e planear para um enorme número de hipóteses e cenários.

Organizar os seus recursos (tempo, dinheiro e pessoas), Imponderáveis que podem acontecer no ambiente (economia e legislação), decisões da concorrência e espremer o limão diariamente, ao mesmo tempo que refina a visão de longo prazo do que poderá vir a ser o seu projeto.

Se este empresário se alimentar apenas de motivação ou auto-ajuda ficará entusiasmadamente falido em muito pouco tempo.

Os negócios são um desporto intelectual!


A maior parte dos empresários sofre um verdadeiro choque, da primeira vez que é confrontado com um verdadeiro Coach Empresarial. Este Profissional não vai querer saber do seu otimismo a propósito de um projeto em particular, sobre a sua paixão pelo seu negócio, ou sobre os incríveis níveis de energia que ter descoberto o seu “porquê” lhe trouxe.

De uma vez por todas o tecido empresarial terá de entender que o sucesso de uma empresa decorre da qualidade do planeamento,  preparação, entendimento do risco, e estratégia que garanta o crescimento.

Consuma com moderação e parcimónia, convenções onde todos se “bombam” lembrando uns aos outros de quão fantásticos são, enquanto distribuem prémios e distinções antes de beberem uns valentes copos e dançarem a noite inteira. Não que festejar e celebrar as realizações não seja importante, mas que a única embriaguez seja a do álcool consumido.

Nem sempre as medalhas estão acompanhadas de fluxo de caixa na conta bancária!


A emoção e o intelecto tendem a funcionar inversamente: quando a primeira sobe a segunda tende a descer. E lembre-se…

  • Qualquer empresa pode estar a apenas uma má decisão financeira de encerrar.
  • O sucesso da sua empresa será muito mais função dos erros que evita do que das pancadas certas que dá (acredite em mim pelo menos nesta).

 

No mundo dos negócios sempre haverá incerteza e, como tal, entender e gerir o risco será sempre uma das primordiais tarefas de qualquer empresário.

 

Paulo de Vilhena
Presidente na Paulo de Vilhena Business Excelerators

 

Write A Comment