O marketing mudou, e muito rapidamente, nos últimos anos. Com a mudança da atenção das pessoas dos meios de comunicação tradicionais para a Web, alterou-se também o modo como o consumidor procura e se deixa influenciar pela informação.

Como consequência, a estratégia de marketing das empresas teve de se adaptar, apesar de algumas ainda não terem percebido isso! Quando acompanho os empresários no crescimento das suas empresas, deparo-me frequentemente com políticas e estratégias de comunicação muito ineficientes.

Eu acredito que, principalmente, o marketing das PME não deve obedecer às mesmas regras do marketing tradicional.

Nos últimos anos, e num período muito curto, a forma de as empresas comunicarem mudou radicalmente.

Podemos dizer que na comunicação empresarial passámos por três fases essenciais:

1) O passa-palavra

As pessoas experimentavam uma solução e falavam dela aos seus conhecidos que eventualmente a experienciavam também.

2) Publicidade

Com a invenção da imprensa e mais tarde da televisão, ou seja, os meios de comunicação tradicionais, as empresas passaram a transmitir a informação diretamente ao consumidor, numa relação ainda unilateral.

3) Redes de informação

Hoje, as redes de informação permitiram uma enorme transparência no mercado e passámos a aceder a toda a informação de que necessitamos. Voltámos a receber informação de outros consumidores e achamo-la mais credível do que aquele que nos é passada pelas empresas.

A verdade é que atualmente, no mundo ocidental, temos tudo aquilo de que precisamos e quase tudo o que podemos querer. O excesso de soluções, de informação e de estímulos transforma-se em ruído e aprendemos a ignorar grande parte daquilo que nos chega.

As pessoas passaram a deixar-se influenciar de uma maneira diferente. Por isso, as empresas tiveram (e muitas têm ainda) de aprender a lidar com um crescente défice de atenção por parte do consumidor.

Hoje, está tudo mais difícil e há que fazer as coisas de forma diferente. O marketing moderno passa por oferecer valor gratuito e construir uma base de dados. Saiba como neste artigo!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notifique-me se