Os níveis de liderança numa empresa de excelência | Paulo de Vilhena
NOVIDADE Alavancagem nas Empresas ao VIVO
NOVIDADE Alavancagem nas Empresas ao VIVO
Inscrições Aqui Inscrições Aqui

O crescimento de uma organização, mesmo o volume de vendas, depende das lideranças intermédias. Porque se há só um líder, este consegue mandar num número de colaboradores muito reduzido. Têm de existir hierarquias e vários níveis de liderança. Nós lideramos os líderes, que lideram os demais. Criar líderes é um dos principais trabalhos dos líderes. Ora, o grande líder não é senão o que atinge resultados através do trabalho dos outros.

No livro De Bom a Excelente, Jim Collins falo-nos de um modelo sobre pessoas e liderança. O autor reuniu uma equipa e fez uma investigação para perceber como é que um elevado número de empresas que eram boas, a determinada altura, se tornaram excelentes, tentando perceber qual seria o padrão.

Com este estudo, concluiu que existiam cinco níveis de liderança dentro destas empresas:

  1. O primeiro nível é o do profissional de alto desempenho. É um ótimo profissional, que contribui grandemente através das suas competências, talento, conhecimento e ética de trabalho.
  2. No segundo nível, temos o elemento de equipa. Não apenas é um profissional de alto desempenho, mas também contribui para os resultados coletivos, integrando-os bem na equipa.
  3. No terceiro nível, temos o gestor: o profissional de alto desempenho capaz de exercer algum nível de liderança. Demonstra capacidade para organizar pessoas e recursos no sentido de atingir determinados objetivos.
  4. O nível 4 é o da liderança efetiva. Aqui estamos perante um profissional consegue envolver a sua equipa em torno da sua visão, inspirando os outros na caminhada e estimulando elevados padrões de desempenho.
  5. O nível 5 é aquele em que encontramos o profissional de alto desempenho, que é simultaneamente um líder detentor de humildade e determinação pessoal, atingindo a grandeza duradoura.

A equipa de Jim Collins, que estudou o padrão dessas várias empresas de excelência, começou sempre por identificar, como gatilho do processo, a emergência de um líder de nível 5. Este líder, talvez por força da sua humildade, entende que o movimento seguinte passa por atrair os melhores profissionais possíveis para trabalhar com ele. Daí a primeira decisão do líder de nível 5 ser: “Quem vai fazer parte da equipa?” (Saiba aqui como recrutar as pessoas certas.) Quando a liderança de nível 5 escolhe as pessoas certas e assume, como parte da cultura da empresa, dizer sempre a verdade sobre o que está a acontecer, dá-se a inversão do caminho de bom a excelente.

 

Quais as características do líder de nível 5?

Um líder de nível 5 é sempre alguém íntegro. Porque só a integridade nos mantém no longo prazo. A falta de alinhamento ético faz cair qualquer liderança. Portanto, não pode haver uma liderança de nível 5 sem ética.

Os líderes de nível 5 são altamente ambiciosos, no sentido da empresa e não no seu interesse pessoal. Estes líderes, sempre que surgem em público depois das vitórias, atribuem o mérito à sua equipa. E nas alturas em que as coisas correm mal tentam proteger a equipa nos momentos difíceis, assumindo a responsabilidade.

Os líderes de nível 5 preocupam-se ainda em preparar a sucessão para que nunca se sinta a falta deles. Isto é, para que os seus sucessores sejam muito melhores do que eles. São talentos com um ego equilibrado, pessoas discretas, embora obcecadas pelos resultados da empresa.

 

É ou trabalha com algum líder de nível 5? Deixe-me a sua opinião na caixa de comentários abaixo.

Quer ler outros artigos sobre gestão empresarial? Então clique aqui.

Write A Comment