A comunicação é uma das competências mais importantes num líder. A nossa capacidade de comunicar é a nossa capacidade de fazer os outros verem o que não viam antes de nós falarmos.

Mas também é verdade que a nossa capacidade de transmitir uma ideia começa muitas vezes com a nossa capacidade de escutar as ideias dos outros.

A liderança é um processo de influência, e escutar é a chave da influência. Então também é preciso saber (e querer!) escutar – que é bem diferente de ouvir. Escutar implica envolvimento, entendimento, ver de onde os outros estão a ver e sentir o que estão a sentir.

Se pensarmos um pouco, porque é que as pessoas entram em confronto e muitas vezes discutem? Porque nenhuma das partes está disponível para de facto escutar e entender a ideia do outro. Nós passamos a estar tão preocupados em fazer valer a nossa ideia que não damos atenção suficiente à ideia contrária. E depois a ação gera uma reação e assim cria-se um choque. Nenhuma das partes está disposta a abdicar da sua ideia, porque também não está disposta a escutar a do outro. E isto torna-se um beco sem saída.

Se pensarmos bem, muitas vezes, a forma de fazer cair as ideias do outro lado é exatamente escutando-as e entendendo-as profundamente. Porque, se ainda assim o nosso argumento for mais forte, é isso que nos dá ferramentas para depois o mostrar.

Para além disso, quando escutamos passamos a perceber que os nossos colaboradores também nos trazem ideias muito importantes sobre como resolver qualquer coisa que esteja a acontecer.

Enquanto líder, é crítico mostrarmos que não estamos numa luta.

Enquanto parte de um projeto comum, mesmo com ideias divergentes, procuramos os mesmos resultados. E por isso, precisamos de nos alinhar.

O grande problema nas discussões é que o ego envolve-se e todos nós gostamos de ter razão.

Mas cada vez que nós lutamos por ter razão, perdemos a oportunidade de aprender qualquer coisa. O nosso ego quer ter essa razão, mas, por melhor que nos saiba, de que adianta tê-la se isso não nos levar aos resultados que procuramos?

Comunicar é um dom muito valioso para um líder, pois pode ser o catalisador para o alinhamento da equipa. No entanto, nem todos trabalhamos o suficiente as nossas competências de comunicação.

O verdadeiro líder tem de ser capaz de trazer consciência às pessoas. E deve ser capaz de o fazer através de uma comunicação clara, emotiva, mobilizadora e íntegra.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notifique-me se