Tag

objetivos

Browsing

No meu trabalho como coach empresarial, o principal tema identificado pelos gestores e empresários que acompanho é o crescimento dos seus negócios. Por isso, utilizamos uma metodologia, ao longo de todo processo, que nos permita assegurar os resultados de médio e longo prazo desejados. Para garantir este crescimento é essencial que a operação seja acompanhada diariamente por um gestor dedicado, com a preocupação de desenvolver um plano de ações concretas, de garantir o acompanhamento dos recursos na execução consistente, de monitorizar e avaliar os resultados e ainda de ajustar o plano sempre que necessário para obter os objetivos pretendidos. Dependendo da dimensão da empresa, este processo pode ser totalmente concertado entre o empresário e os seus colaboradores, ou ser controlado em cascata, por níveis hierárquicos de chefias intermédias. 1. Estabelecimento de uma visão de longo prazo No início de cada processo é absolutamente essencial fazer uma análise profunda da…

Todos nós podemos fazer coisas extraordinárias nas nossas vidas. Porque todos temos competências e qualidades e, mais importante, temos a capacidade de aprender o que quer que seja.  Nisso somos todos iguais.  Por isso hoje partilho consigo 6 sugestões para que possa libertar todo o seu potencial e alcançar coisas extraordinárias na sua vida. 1 – Acredite profundamente que é capaz de atingir tudo aquilo a que se propõe Se somos capazes de formular um objetivo, somos capazes de o alcançar. A maior parte dos psicólogos parece estar de acordo com esta ideia. E a minha experiência de anos a acompanhar empresários e comerciais aponta nesse mesmo sentido. Um fim claramente identificado é o que garante que diariamente nos movamos em direção a uma determinada realização, enquanto nos dá condições para monitorizarmos o nosso progresso. 2 – Rodeie-se de pessoas melhores do que você e que estejam a obter o…

Estabelecer objetivos é uma das atividades mais desafiantes na dinâmica de uma empresa. Aos meus colaboradores costumo dizer que atirar para as estrelas é a maior probabilidade de chegar à lua. Claro que o impossível não deve nunca ser um objetivo. Até porque os objetivos devem responder a uma série de critérios que os tornem verdadeiros. Não sabe quais? Descubra as 4 Regras para Definir Objetivos neste artigo. Mas uma coisa é certa: um verdadeiro objetivo será sempre um desafio para todos os envolvidos e implicará sempre sair da zona de conforto. Ora, nem sempre é fácil alinhar os objetivos e expetativas do líder com o comprometimento e confiança dos colaboradores. Esse é o grande busílis da gestão de pessoas e da gestão de objetivos. Então de que forma podemos gerir o medo dos nossos colaboradores de fixar objetivos um pouco mais altos? Eu gosto sempre de começar por nós…

Há quem diga que tudo acontece duas vezes na vida. A primeira na mente e a segunda na realidade. Trata-se de visualizar e realizar. Neste contexto, torna-se extremamente importante sabermos o que queremos e visualizarmos o momento em que atingimos o objetivo. Devemos viver este momento intensamente, mesmo que, numa primeira fase, só na imaginação. Porque está provado que os estímulos internos do cérebro são exatamente iguais quando imaginamos uma situação e a vivemos na realidade. Quando visualizamos o cumprimento de um determinado objetivo estamos a fornecer ao nosso cérebro a mesma mensagem como se o objetivo estivesse mesmo a ser cumprido. Assim, se tivermos uma sensação de grande emotividade relativamente à visualização da concretização de um objetivo, torna-mo-lo mais forte e realmente inegociável. Eu, com os meus pensamentos de engenheira, prefiro acreditar que se souber o que quero e se perceber como o vou conseguir, então as coisas vão…

Nós crescemos como indivíduos e como profissionais em linha com os objetivos que definimos para a nossa carreira e para a nossa vida. Quer crescer como indivíduo e como profissional? Então já sabe o que fazer: antes de mais, defina os seus objetivos. Ao fazê-lo definirá em rigor a pessoa em quem se vai tornar. Isto porque, ao saber o que quer e ao empenhar-se em consegui-lo, vai consequentemente desenvolver hábitos que suportam esses mesmos objetivos. Por outras palavras, vai fazer o que tem de ser feito para atingir os resultados que procura.  Definir objetivos é sem dúvida a principal competência para que se torne bem-sucedido. Mas desengane-se quem pense que a sua felicidade está intimamente ligada à realização de determinados objetivos. Nada há de mais errado. Onde chegamos não é importante se continuamos a ser a mesma pessoa ao chegar lá. Além disso, há sempre mais coisas a desejar. O…

É crítico entendermos o funcionamento do nosso cérebro para nos podermos condicionar a alcançar os nossos objetivos. Ora, todos nós nascemos sem competências, convições ou valores. A nossa maneira de pensar foi aprendida ao longo da nossa vida. E nós aprendemos quase tudo – e consequentemente agimos –  com base num processo de observação, imitação, repetição!  Este é um processo que se mantém ao longo de toda a nossa vida. Posto isto, se nos queremos focar nos nossos objetivos, eu sugiro que construamos à nossa volta um ambiente que nos bombardeie com ideias positivas que estejam alinhadas com os nossos objetivos! No vídeo abaixo partilho 5 ideias práticas que eu próprio tenho aplicado e que vejo serem utilizadas por grande parte dos supervendedores… Por isso acredito que também o podem ajudar a conseguir construir um ambiente que o levará a alcançar os seus objetivos!  Portanto, A RETER…  Crie um quadro de sonhos Escreva diariamente os…

O ano está a chegar ao fim, portanto, é altura de perguntar se já concretizaste os objetivos anuais da empresa? Se a resposta é “não” e estás a pensar no que poderás fazer para lá chegar, hoje tenho algumas dicas para aplicares nestes últimos dias do ano. 1.º Percebe o que correu bem Procura as ações que correram melhor este ano nos indicadores de performance de negócio (KPI). Escolhe três dessas ações e volta a calendarizá-las para os próximos dias. Nesta altura, não inventes estratégias novas nem faças experiências. Porque vale mais jogar pelo seguro. Portanto, reforça a todos os colaboradores que os objetivos são inegociáveis e que os resultados estabelecidos têm mesmo de aparecer até ao término do ano.  Aposta em ações que já tenham trazido bons resultados e que já tenhas a certeza de que resultam. 2.º Redobra a energia  Não sei se é mais tempo, mais concentração ou apenas…

Chegámos à etapa final da receita do sucesso: a SOPA. Depois de Sonhar, estabelecer Objetivos e traçar Planos, torna-se então decisivo empreender em Ação massiva. A maior parte dos comerciais e executivos que conheço tende a pensar de forma essencialmente tática. Poucos têm uma visão estratégica da sua atividade. E  é raro aquele que consegue acumular grandes ideias e estratégias e a determinação e disciplina necessárias para as aplicar a um nível técnico. Estratégica versus tática Quando um comercial de perspetiva aborda um cliente, tenta fazer-lhe uma venda ou apresentar-lhe um produto. Quando a mesma abordagem é feita por um comercial de perspetiva estratégica, este tenta vender-lhe o negócio. Ou seja, tenta perceber de que forma é que o poderá ajudar e manter satisfeito ao longo do tempo. O verdadeiro estratego é aquele que procura constantemente estabelecer vantagens competitivas. Em vendas, uma das vantagens mais fortes que podemos deter…

Depois de definirmos objetivos para alcançarmos os nossos sonhos, está na altura de conhecer o terceiro passo da receita do sucesso: traçar planos. É raro nas empresas com as quais colaboro encontrar planos que sirvam os objetivos definidos previamente. Porém, sem um plano, não temos como monitorar o nosso progresso. Só assim conseguiremos perceber até que ponto nos estamos a aproximar ou afastar dos objetivos estabelecidos. Sem um plano, não podemos garantir que vamos atingir os nossos objetivos e consequentemente alcançar os sonhos. 3.º Passo – Planos Antes de nos fazermos ao caminho e de executarmos uma ação, devemos fazer uma análise rigorosa e honesta da situação atual. Esta é a base do planeamento. Uma das grandes questões da vida é perceber a diferença entre aquilo que ela é e o que queremos que seja. Assumir a verdade sobre a situação atual é fundamental para podermos começar a tomar…

Hoje falo-lhe do segundo passo da receita do sucesso: objetivos. Já sabemos que o processo de realização humana começa com um sonho. Mas há uma altura em que temos de transformar os sonhos em algo mais concreto, em objetivos. É nesta fase que decidimos que vamos realmente atingir um determinado resultado. Da minha experiência com equipas comerciais, o fator que identifico como o principal limitador ao desempenho dos profissionais é a inexistência de objetivos. E a nossa capacidade de definir metas é provavelmente a principal competência para o sucesso. No geral, nas várias áreas da vida, penso que somos fracos a definir objetivos. Principalmente porque os confundimos com desejos. Um objetivo é qualquer coisa que considero inegociável, ou seja, vai acontecer. Enquanto um desejo é algo que acontece se o universo se organizar nesse sentido. Há também quem associe a felicidade à realização de determinados objetivos. Mas não há nada de mais…