Tag

concorrência

Browsing

A maioria dos empreendedores considera que a concorrência é algo negativo. Mas eu acredito que há bons e maus concorrentes. Para mim, existem dois tipos de concorrência a que devemos prestar atenção: Concorrência positiva Os bons concorrentes ajudam-nos a construir uma vantagem competitiva e a reforçar a perceção dessa vantagem. Por vezes estes concorrentes especializam-se num determinado nicho, permitindo-nos a especialização noutro. Por exemplo: No mercado das motas, o nicho das Kawasakis não é o das Harley Davidson. A Harley Davidson tem uma notoriedade que ninguém pode disputar como marca. A concorrência forte desafia-nos. Se toda a nossa concorrência for fraca, tornamo-nos mais complacentes. A vida é mais facilitada, mas em detrimento do mercado. Este tipo de concorrência faz-nos querer ser melhores e acaba por nos ajudar a crescer empresarialmente. Concorrência inovadora É positivo existir no mercado alguém que dilua o custo da inovação connosco. Se os nossos concorrentes…

Vivemos num mundo altamente competitivo. Temos de nos debater com uma forte concorrência diariamente em quase todos os setores de atividade. O facto de não sermos únicos no mercado faz com que, muitas vezes, os prospetos ponderem decidir a favor da oferta da concorrência em vez da nossa. É fundamental para um vendedor saber em que terreno vai atuar. Primeiro, o comercial deve conhecer as questões internas da sua empresa. Ou seja, as suas características e dinâmicas, história, cultura, visão e fundamentalmente o próprio produto que está a vender. Depois, deve debruçar-se sobre conhecer o mercado em que se insere. Porque é tão importante saber o que fazemos e o que a nossa empresa pode fazer quanto aquilo que a concorrência faz e está preparada para fazer pelos prospetos. Conhecer o terreno significa selecionar um determinado nicho de mercado e estudá-lo aprofundadamente. Ter consciência da nossa posição e da posição…