Tag

retorno

Browsing

Investir é um passo decisivo no alcance da independência financeira. São os investimentos que nos permitem viver do retorno dos nossos ativos e não das nossas receitas. No entanto, este pode ser um verdadeiro desafio, principalmente para quem tenha poucas competências nesta área. Então como é que alguém que não tem competências técnicas para fazer investimentos pode fazê-los com um retorno acima da média e sem correr um risco superior ao dos profissionais? #1 Alargue o seu círculo de competências Garantir a priori o retorno sobre o ativo comprado é fundamental para não corrermos o risco de perder as nossas poupanças num investimento mal ponderado. Por isso nunca devemos ir além do nosso círculo de competências. Mas isto não significa que não possamos alargar este círculo. Como qualquer outra coisa nesta vida, saber investir pode ser aprendido através de conhecimento e formação. O que deve reter é que, seja em…

Ainda que sejam percebidos como ativos mais voláteis que outros bens móveis, as ações são historicamente o investimento que apresenta um comportamento mais rentável no mercado. Na realidade, a maior volatilidade só acontece quando a análise é feita em períodos curtos. Quando analisamos períodos longos, a diferença torna-se praticamente irrelevante. Quando comparadas com as obrigações, por exemplo, as ações apresentam, historicamente e analisando longos períodos, um retorno de cerca de 7% acima da inflação. É por isso o melhor mecanismo de criação de riqueza e de proteção contra a inflação. Historicamente, as ações são o melhor e mais seguro investimento no que respeita à preservação e aumento do poder de compra. Para além disso, excetuando os dividendos, só há incisão fiscal sobre elas quando as vendemos. As ações são um ativo seguro, mas devemos saber como nos comportar relativamente a este investimento. Há duas formas de nos posicionarmos na aquisição…