Arquivo de investimento - Paulo de Vilhena
Tag

investimento

Browsing

Ainda que sejam percebidos como ativos mais voláteis que outros bens móveis, as ações são historicamente o investimento que apresenta um comportamento mais rentável no mercado. Na realidade, a maior volatilidade só acontece quando a análise é feita em períodos curtos. Quando analisamos períodos longos, a diferença torna-se praticamente irrelevante. Quando comparadas com as obrigações, por exemplo, as ações apresentam, historicamente e analisando longos períodos, um retorno de cerca de 7% acima da inflação. É por isso o melhor mecanismo de criação de riqueza e de proteção contra a inflação. Historicamente, as ações são o melhor e mais seguro investimento no que respeita à preservação e aumento do poder de compra. Para além disso, excetuando os dividendos, só há incisão fiscal sobre elas quando as vendemos. As ações são um ativo seguro, mas devemos saber como nos comportar relativamente a este investimento. Há duas formas de nos posicionarmos na aquisição…

No setor imobiliário, o valor de mercado representa o preço estimado que um comprador está disposto a pagar por um determinado imóvel. O valor de mercado é utilizado pelos consultores imobiliários na venda de imóveis como forma de apresentar um preço justo para a venda. Ao contrário de outros produtos e serviços que adquirimos, os imóveis não chegam até nós com uma etiqueta com o preço. E esse preço pode variar influenciado por variadíssimos aspetos. Localização, características internas e externas do imóvel, oferta e procura… são alguns dos fatores vão influenciar o preço do imóvel. Ora, quando investimos em imobiliário para construir riqueza, procuramos comprar imóveis para os tornar acima de tudo rentáveis. Mas, se procurarmos um imóvel ao preço de mercado, conseguir uma rentabilidade anual interessante de 8, 10 ou 12% poderá revelar-se realmente difícil. Então, para conseguir tirar esse tipo de rentabilidade de um investimento imobiliário tem de…

Atualmente, as pessoas que têm alguma liquidez investem com frequência em depósitos a prazo. Este é o tipo de investimento com o qual, provavelmente, a maior parte das pessoas se sente mais confortável. No entanto, está longe de ser uma boa opção quando se trata de gerar ou conservar riqueza. Quem opta pelos depósitos, como forma de investir as suas poupanças, fá-lo pela ilusão da segurança, de o banco lhe garantir uma determinada rentabilidade. No entanto, existem vários riscos associados ao investimento em depósitos! Risco de o banco não cumprir com a sua obrigação Embora tendamos a negligenciá-lo, este é um risco real! Tal como a História já provou diversas vezes, os bancos não são instituições inabaláveis. Em Portugal, temos casos de bancos falidos e vários bancos intervencionados pelo Estado. Portanto, a segurança de um depósito a prazo, mesmo em termos de capital inicial, depende sempre da capacidade de o…

A definição de investimento passa pela evidência matemática do retorno sobre o ativo comprado. E garantir esse retorno a priori é fundamental para não corrermos o risco de perder das nossas poupanças num investimento mal ponderado. Então é absolutamente crítico que invista as suas poupanças de forma adequada. Para tal existem alguns princípios que deve considerar antes de investir. 1. Analise o comportamento do ativo face à inflação Quando falamos de investimento, falamos no objetivo de aumentar o poder de compra. Por isso, todas as nossas decisões devem ser tomadas com o objetivo de construir património líquido a longo prazo. Com o fenómeno da inflação, o nosso património terá uma tendência natural para a desvalorização. Portanto, sempre que ponderar um investimento, analise como ele se comportará face à inflação. Porque é fundamental investirmos em ativos que tenham um comportamento historicamente positivo face à inflação. 2. Entenda a natureza e…