Arquivo de atitude - Página 2 de 2 - Paulo de Vilhena
CURSO PRESENCIAL - BUSINESS MASTERCLASS
CURSO PRESENCIAL - BUSINESS MASTERCLASS
Inscrições Abertas Inscrições Abertas
Tag

atitude

Browsing

Todos podemos fazer coisas extraordinárias com as nossas vidas. A questão é quantos de nós decidimos que queremos mesmo fazê-las. Tudo aquilo de que precisamos para alcançar o sucesso pode ser aprendido. Mas, como tudo na vida, há um preço a pagar pelo sucesso. Todas as pessoas têm uma série de atributos inatos, a que ao longo da vida podem somar inúmeras outras qualidades. A atitude, fruto das nossas expetativas, é o fator que diferencia os nossos desempenhos individuais. Ora, aquilo que esperamos de nós próprios tem, por sua vez, origem em determinadas convicções – um conjunto de informação, baseada na nossa experiência e na maneira como a avaliamos, que está gravada no nosso subconsciente, coordenando o nosso comportamento habitual. Ou seja, o que fazemos diariamente resulta principalmente do hábito que é reflexo da imagem que temos de nós próprios. E o que podemos concluir com isto? Da mesma forma que…

Hoje falo-vos daquilo que considero ser o maior flagelo económico do final do século XX e do início do século XXI: a alienação. Ao longo dos últimos anos este tem sido o tema a que mais horas de estudo tenho dedicado. Até porque vejo alienação à minha volta em praticamente todo o lado. A alienação é fazer a tarefa pela tarefa, em vez de fazer a tarefa pelo resultado. Quando estão alienadas, as pessoas fazem a tarefa de forma a sentirem que fizeram aquilo que era suposto fazerem. Procedem exatamente da forma que lhes mandaram, sem entender a forma como o que estão a fazer vai afetar o resultado pretendido. Ou seja, fazem a tarefa validando o seu comportamento e garantindo um álibi caso resultado alcançado não seja o esperado. Quando há uma situação de crise numa empresa, a expressão mais comum é “a culpa não é a minha” ou…

Como está a responder ao que lhe acontece na vida? Grande parte da explicação do nosso sucesso vem da atitude e filosofia que temos na vida… E face à vida que, por sua vez, tem origem na nossa filosofia. Em rigor não há muito a fazer em relação àquilo que nos acontece. Mas haverá tudo a fazer em relação à forma como respondemos a isso. Jim Rohn, um dos maiores filósofos americanos contemporâneos, comparava a nossa filosofia à vela de um barco. Quanto melhor for a vela, melhor o barco anda. Muitos de nós – e eu também passei por isso – chegam a uma determinada altura da vida e sentem que, ainda que tenhamos reunidas uma série de condições para que tudo nos corra bem, Continuamos a passar ao lado dos nossos sonhos… E a faltar às promessas que fizemos a nós próprios. É nesta altura também que começamos a…