Depois de definirmos objetivos para alcançarmos os nossos sonhos, está na altura de conhecer o terceiro passo da receita do sucesso: traçar planos.

É raro nas empresas com as quais colaboro encontrar planos que sirvam os objetivos definidos previamente. Porém, sem um plano, não temos como monitorar o nosso progresso. Só assim conseguiremos perceber até que ponto nos estamos a aproximar ou afastar dos objetivos estabelecidos. Sem um plano, não podemos garantir que vamos atingir os nossos objetivos e consequentemente alcançar os sonhos.

 

3.º Passo – Planos

Antes de nos fazermos ao caminho e de executarmos uma ação, devemos fazer uma análise rigorosa e honesta da situação atual. Esta é a base do planeamento. Uma das grandes questões da vida é perceber a diferença entre aquilo que ela é e o que queremos que seja. Assumir a verdade sobre a situação atual é fundamental para podermos começar a tomar decisões no sentido de melhorar a situação para o que pretendemos. É frequente entrarmos em negação e não vermos as coisas como elas são.

Outro aspeto essencial é assumirmos, em cada momento, um pensamento de base zero. Ou seja, pensar constantemente que não podemos mudar o passado, mas vamos sempre a tempo de alterar o futuro. Significa pensar que, independentemente das decisões que tomámos no passado, há determinadas opções que nos convém tomar hoje. Nesse sentido, podemos perguntar-nos constantemente: “se eu tivesse a começar agora e soubesse o que sei hoje, será que tomaria estas decisões?” Quando a resposta for negativa, alguma coisa terá então de mudar, por muito que isso nos custe.

A competência número um para o sucesso é a nossa capacidade de definir objetivos e de planear no sentido de os atingir.

Este é o momento em que preciso de perceber que ações tenho de tomar e que marcos preciso de atingir para fazer o caminho até onde quero ir. Preciso também de perceber os novos hábitos que queremos desenvolver, mas também o que temos de parar de fazer.

Devemos focar-nos naquilo que temos. No valor que temos para libertar e não o contrário. Temos tudo o que necessitamos para ser bem-sucedidos. E a capacidade de aprender tudo o que eventualmente nos falte para chegarmos onde queremos. (Não sabia? Leia isto!)

Nesta altura, é fundamental saber que não há segredos para o sucesso.

A regra a ter em mente é que se repetirmos consistentemente de forma consistente os comportamentos que conduziram outros ao sucesso antes de nós, acabaremos inevitavelmente por ser também bem-sucedidos. Os resultados são fruto de uma ação deliberada e são originados segundo a lei da causa e efeito.

 

Então, como planear?

O desenho do nosso plano deve começar por listar todas as nossas opções. O hábito de ponderar constantemente as nossas opções é um dos que deve ser desenvolvido. A qualidade dos nossos resultados vai depender das escolhas e decisões que fizermos. Como tal, ponderar um maior número de opções aumenta as nossas possibilidades de fazer boas escolhas.

Dou-lhe algumas sugestões:

  • Não confie na memória. Faça listas que lhe permitam confirmar que não está a esquecer nenhum detalhe.
  • Imagine os cenários menos otimistas e desenhe planos de contingência para essas situações.
  • Planeie tendo em conta os obstáculos que possam surgir pelo caminho e reduza ao máximo o nível de incerteza e de dependência do acaso.
  • Estabeleça e clarifique os marcos a atingir, assim como os prazos em que devem ser alcançados. Esses marcos dar-lhe-ão uma forma de medir o progresso e de perceber a necessidade de eventuais afinações ao inicialmente previsto.

Um dos aspetos fundamentais que o plano deve prever é exatamente a aprendizagem. Atingir novos objetivos implica aprender coisas novas. A nossa capacidade individual é o nosso ativo mais valioso e também a faculdade que mais rapidamente se desatualiza, por isso, o investimento em conhecimento deve ser constante.

Ainda que nos devamos preparar o melhor possível, não podemos esquecer que nunca teremos as condições perfeitas para avançar. Então, temos de avançar para o quarto e último passo da receita do sucesso. Falar-lhe-ei dessa última etapa em breve.

Leia também:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notifique-me se