É UM EMPRESÁRIO AMBICIOSO?
É UM EMPRESÁRIO AMBICIOSO?
Próxima Página Próxima Página

Para um empresário, como para qualquer pessoa, há dias difíceis, em que tudo parece correr mal. 

Levantamo-nos já atrasados, o despertador não tocou pois faltou a electricidade, os nossos filhos em vez de colaborarem parecem mais preguiçosos do que nunca, o carro não pega pois as luzes ficaram ligadas a noite toda, um colaborador muito importante liga a dizer que está doente e que não vai trabalhar, um potencial cliente com quem tínhamos reunido na véspera liga a dizer que não vai avançar com o contrato e um já cliente importante liga-nos a dizer que vai rescindir o contrato pois encontrou uma alternativa muito mais barata… 

É neste momento que dá vontade de mandar tudo para o alto e dizer: DESISTO!

Ser empresário é ter dias assim, mas encontrando uma forte convicção naquilo que fazemos, continuamos o caminho. Levantamos a cabeça, procuramos outras alternativas e lá vamos nós em frente.

Tudo tem uma solução.

No acompanhamento que faço aos meus clientes de consultoria empresarial, falamos muitas vezes do propósito de serem empresários, da razão que os levou a abraçarem esta vida. Sabemos que nem sempre é fácil e que só acreditando num objetivo maior que eles é que conseguem seguir o caminho.

Fala-se muito de motivação mas, na minha interpretação das palavras, faço uma grande distinção entre motivação e a convicção.

Segundo a origem da palavra, a motivação é só um motivo para a ação. Dependendo da força do motivo, ela poderá ser mais forte ou mais fraca. A forma como interpreto a motivação e como a vejo a funcionar na prática nas empresas que acompanho, é algo que depende diretamente dos níveis de energia da pessoa. 

Há dias que nos apetece e outros que nem por isso. Para todos os seres humanos, mesmo os mais motivados, há dias em que os níveis de energia estão em alta e outros que estão em baixa. 

Se a minha performance depender apenas desta motivação, irei ter um desempenho muito inconstante

Se está sol serei um bom empresário, se está chuva provavelmente já vou ter a minha energia um pouco afectada. Se recebi um sim de um potencial cliente o dia vai ser cheio de empenho, se recebi um não provavelmente já vou ter uma performance inferior.

Quando o universo parece conspirar contra nós, os nossos níveis de energia caem naturalmente e lá se vai a nossa motivação. Será que podemos deixar que a nossa vida vá ao sabor daquilo que o universo nos dá? Ou poderemos acreditar numa força maior que vem de dentro de nós, daquilo que queremos, daquilo que realmente tem sentido para nós?

Eu acredito que sim e a isso chamo convicção.

Quando temos algo maior do que nós, quando encontramos o propósito que nos faz mover, aquilo em que acreditamos com todas as nossas forças e que nos faz correr contra tudo e contra todos. Algo que torna o nosso caminho verdadeiramente inegociável, algo que vai acontecer doa o que doer.

Quando decidimos ser empresários, é importante estabelecermos as razões fortes para o querermos ser. Aquilo que convictamente acreditamos ser o retorno destes esforço. Aquilo que queremos levar deste caminho.

É este pensamento que nos irá ajudar a ir buscar forças lá ao fundo para, quando tudo parece estar a sair dos carris, encontrarmos a razão pela qual nos levantamos todos os dias e agarramos com todas as nossas forças este projeto! 

E para si? Qual o propósito de ser empresário?

 

Mariana Arga e Lima
Executive Vice-President na Paulo de Vilhena Business Excelerators

 

Iniciar sessão

Registar nova conta

Write A Comment