Quer aumentar os seus resultados?

As nossas vendas, os nossos resultados, advêm do nosso comportamento. São consequência do que fazemos ou deixamos de fazer.

Raramente vejo um comercial dizer que não tem resultados porque não está a fazer as coisas certas. É raro alguém ter esse nível de consciência quando a realidade é exatamente essa.

Se fazem o que sempre fizeram vão ter os resultados que sempre tiveram, na melhor das hipóteses. 

Como é que eu mudo o meu comportamento?

Costumo dizer que a nossa identidade é como um icebergue. Vê-se apenas 10% , aquilo que apreciamos uns nos outros, através do nosso comportamento.  A razão que conduz ao comportamento em si não se vê, está escondida debaixo de água.

E o que será que compõe a parte do icebergue que está imerso? Aquilo que condiciona o que nós fazemos é a nossa maneira de pensar. Se eu pensar como sempre pensei vou fazer como sempre fiz e ter os resultados que sempre tive.

Para fazer coisas diferentes tenho de pensar de maneira diferente.

O que compõe a nossa maneira de pensar? 

As nossas competências. E mais profundo do que isso…  as convicções. Uma convicção é um sentimento de certeza referente àquilo em que se acredita. São os pressupostos assumidos como verdadeiros.

E os nossos comportamentos dependem diretamente desses pressupostos. Se estes se alteram, os resultados também se modificam.  Não é algo fácil, porque confundimos aquilo em que acreditamos com o que somos. Isto relaciona-se com o ego.

Cada vez que estou a ter dificuldade em atingir determinado objetivo pergunto-me: “O que é que teria de ser verdade para isto acontecer?” Sei que não vou conseguir mudar os resultados sem mudar as coisas em que acredito.

Temos de ter a coragem de mudar de ideias. Evoluir é prova de inteligência.

Num nível mais profundo encontram-se os nossos valores. São os rótulos que colocamos nas coisas para o que está certo e o que está errado.

Quando mudo os meus valores mudo a direção da minha vida. O progresso nessa direção é dado pelas convicções.

Pergunta de 1 milhão de euros!!!

Se eu tenho de mudar a minha maneira de pensar para alterar o meu comportamento e, consequentemente, os meus resultados …

Como é que mudo a minha maneira de pensar?

Quando nascemos tínhamos zero competências, zero convicções, zero valores. O que significa que tiveram de ser aprendidas. O processo de aprendizagem é algo tão simples como: Observação, imitação, repetição. Observo o comportamento de outras pessoas à minha volta, começo a imitá-lo e faço-o um determinado número de vezes até se tornar num hábito.

Em rigor, os nossos resultados não vêm do nosso comportamentos, mas sim dos nossos hábitos.  

Enquanto o comercial luta com a falta de vontade em fazer novos contactos… está morto. Qualquer supercomercial àquela hora agarra no telefone e faz os contactos. Não tem de tomar uma decisão, é um hábito.

 

Só quando o comportamento é habitual nos traz resultados. Enquanto o nosso nível de consciência obrigar a decisões nós não somos bons a fazer aquela tarefa.  Só aparecem resultados significativos quando o comportamento é automático.

Lembre-se!  96% do fazemos num dia são comportamentos automáticos, só realmente decidimos em 4% dos casos.

Esses automatismos também se designam como comportamentos hipnóticos. Andamos todos hipnotizados. Aprendemos por observação, imitação, repetição.

Até porque o consciente não pode ocupar o seu espaço em decisões de como respirar, andar, falar… 

 

Qual é, então,  o poder que eu tenho?

Controlar o que observo, imito, repito.  A resposta para a pergunta de um milhão de euros é que mudo a minha maneira de pensar ao mudar o meu ambiente.

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notifique-me se
avatar