8 Erros dos investidores particulares | Conteúdos Paulo de Vilhena

No caminho para a independência financeira, é absolutamente crítico que invista consistentemente as suas poupanças de forma adequada. É, no entanto, comum os investidores esquecerem-se das regras fundamentais. O pior é que quando fazem o primeiro erro tendem a querer corrigi-lo com outro erro e facilmente perdem o controlo da situação. E isto acontece até com profissionais. Por isso, reforce a sua atenção e evite ao máximo os oito erros mais comuns dos investidores particulares:

1. Tentar adivinhar o timing dos investimentos

Nunca ninguém conseguiu prever, de forma consistente, como se vai comportar o mercado. Para além disso, os profissionais vão estimulá-lo a que o tente. Mas lembre-se de que eles profissionais ganham cada vez que decide transacionar e não ganha. Por isso, não tente adivinhar o que não pode adivinhar. Então o melhor é investir periodicamente, de forma consistente, entrando no mercado em várias alturas.

2. Tornar-se agressivo ou confiante

Quando as coisas nos começam a correr bem, tornamo-nos excessivamente confiantes e tendemos a esquecer as regras. Quando a algumas decisões ousadas se junta uma subida do mercado, criamos uma mistura explosiva. Pois temos reforço positivo de decisões erradas e vamos tender a repeti-las com um envolvimento cada vez maior. Quando a “maré baixa”, o resultado é catastrófico.

3. Confundir especulação com investimento

Lembre-se de que a definição de investimento passa pela evidência matemática do retorno sobre o ativo comprado. Garantir esse retorno a priori é fundamental para não corrermos o risco de perder das nossas poupanças num investimento mal ponderado.

4. Ouvir dicas de outros investidores

Por muito sofisticados que sejam esses investidores NUNCA os oiça! Limite-se a seguir as regras e a fazer aquilo que aprendeu.

5. Tomar decisões de investimento por motivos fiscais

Ouvimos a justificação fiscal para as maiores barbaridades cometidas no que respeita à gestão patrimonial.

6. Investir em mercadorias (commodities) e câmbios

Evite!

7. Seguir conselhos de profissionais que querem fazer negócio consigo

O lado negro da indústria financeira é que a maior parte das transações que nos são propostas são-no no interesse de quem as propõe e raramente no nosso .

8. Confiar nas emoções ou instintos

A natureza humana não o ajuda como investidor . Não acredite nas histórias sobre investidores com faro. Os melhores investidores da história são extremamente racionais.

 

Gostou deste artigo? Se quer receber quinzenalmente conteúdos como este, então subscreva a nossa newsletter aqui!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notifique-me se