A maior parte das pessoas e dos profissionais não atinge os resultados a que se propõe.

Na minha opinião, a vida é como um pronto-a-comer, é como uma cafetaria. E nós vamos com o tabuleiro, escolhemos o que queremos para nos alimentarmos, e depois vamos para a mesa onde podemos desfrutar da nossa refeição.

E os melhores prontos-a-comer têm uma fila a enfrentar e se queremos mesmo ir lá, temos de esperar. Tudo o que vale a pena fazer bem na vida, vale a pena começar por fazer mal. 

Esta é a primeira lição da vida: entre na fila

Eu costumo dizer que o melhor do mundo a fazer qualquer coisa começou por ser o pior do mundo a fazer isso mesmo. Mas entrou na fila e esperou que chegasse a sua vez.

Começou por ser o pior do mundo e então progrediu. Muitos de nós andam pelo mundo a não entrar na fila. Andamos pelos prontos-a-comer, achamos que é grande e resolvemos não entrar.

Mas se a fila vale a pena, se comer nesse restaurante vale a pena, vale a pena entrar na fila. Se o resultado vale a pena, vale a pena entrar na fila. E lembre-se que os melhores restaurantes têm a fila maior, lembre-se que as coisas mais importantes de serem atingidas na vida têm também a fila maior. Entre na fila. É a primeira lição.

Segunda lição: há que ficar na fila até chegar a nossa vez

Sim, a espera vai ser longa, sim, quanto melhor for o restaurante ou quanto mais importante for o resultado maior vai ser o tamanho da fila. Permaneça nela até chegar a sua vez. Porque o que nós vemos, na maior parte das pessoas, é que esperam algum tempo, progridem lentamente e chega uma altura em que dizem: “Isto não é para mim, estou farto de esperar, eu não vou ter este resultado, vou procurar outra fila para entrar, vou procurar outra coisa para fazer.”

E há pessoas que não comem porque nunca ficam na fila até chegar a sua vez. Ou seja, há pessoas que nunca têm resultados na fila, porque nunca têm a paciência de esperar até que chegue a sua vez.

Quando chegamos à altura de escolher o que queremos para a refeição, teremos uma quantidade de opções. E algumas delas serão úteis e outras não. Então escolha só as que lhe forem convenientes, que vão ao encontro dos seus objetivos. Não leve consigo tudo o que está disponível, faça escolhas.

 

Terceira regra do pronto-a-comer e da vida:

Escolha o que lhe convém, o que é benéfico e alinhado com os seus objetivos.

 

Quarta lição: a vida não é um restaurante de luxo

Nos restaurantes de luxo paga-se depois de comer. Na vida não.

A vida é um pronto-a-comer: primeiro paga-se e depois come-se. E na vida também é assim. Paga-se em disciplinas, em esforço, em investimento, em conhecimento, paga-se colocando o nosso melhor antes de esperar o resultado, e as nossas disciplinas em práticas antes de chegar o resultado.

 

Então, as 4 lições para começar a atingir resultados são:

  1. Entre na fila;
  2. Fique na fila;
  3. Use o superpoder das escolhas para se alinhar só com o que vai ajudar a chegar aos seus objetivos;
  4. Primeiro paga-se e depois usufrui-se.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notifique-me se