Quando falo com consultores imobiliários sobre angariação em exclusivo e pergunto-lhes por que o fazem, quase todos me dizem que é para assegurarem a sua comissão. Na minha opinião, quem me diz isto não entende o que é o exclusivo. Porque o exclusivo não é um benefício do consultor. É o único trabalho sério que ele pode fazer pelo seu cliente.

Muitos consultores imobiliários pensam estar em desvantagem quando trabalham em exclusivo se a maior parte dos seus colegas trabalhar em aberto. No entanto, este tipo de angariação traz garantias quer para o cliente, quer para o consultor, e ainda para o próprio comprador.

O exclusivo é a única forma que assegura o proprietário de que o consultor vai de facto fazer um investimento, e que vai poder cobrar esse investimento. Tal como na angariação em aberto, também se pode angariar em exclusivo e não fazer nada. Colocar um anúncio na Internet e deixá-lo lá. Mas o cliente pode cobrar pelo investimento, porque ele entregou uma exclusividade. Portanto, ele pode cobrar ao consultor um determinado nível de serviço. É uma garantia que ele tem.

Em rigor, o exclusivo é também a única forma que garante o comprador do imóvel. Eu compro imóveis, como investidor, e fico muito nervoso com a ideia de comprar um imóvel em aberto. Porque ele pode estar a ser negociado com 50 pessoas ao mesmo tempo. Normalmente, nem estão avaliados com o mesmo rigor em termos documentais. Eu até posso ter o negócio quase fechado. Quando o vou finalizar, ele pode já lá não estar. Como investidor, eu não quero perder tempo num negócio em que não sei se tenho um interlocutor fiável, que me garante que eu posso levar aquilo até ao fim.

Então, como comprador, não quero comprar em aberto. E como consultor também não. Se trabalhar em aberto, não tenho defesa nenhuma, nem garanto a prestação do melhor serviço ao meu cliente.

Mas muito importante: em exclusivo o preço de mercado é absolutamente crítico. Quando o mercado está a subir, posso ser ligeiramente menos exigente e mais flexível. Com um preço de mercado de 100 mil euros, posso angariar o imóvel por 110 mil, porque com maior facilidade o vendo a um valor superior. Mas quando o mercado está a descer, tenho de ser extremamente rigoroso. Porque se consigo o imóvel por 100 mil euros, se passarem dois meses, posso já não o conseguir vender sequer por esse preço.

 

Dê-me a sua opinião sobre este assunto. Se é consultor imobiliário, diga-me de que forma trabalha as suas angariações. Que vantagens e desvantagens encontra? Deixe a sua opinião na caixa de comentários abaixo.

8
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
4 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Paulo de VilhenarogerSilvia FerreiraRui OliveiraElisio Nogueira Recent comment authors
  Subscribe  
mais recente mais antigo com mais votos
Notifique-me se
Elisio Nogueira
Visitante
Elisio Nogueira

Gostei da forma clara de expor o tema da Exclusividade!
O que normalmente é um “handicap” para o consultor no momento da apresentação de serviços, com a abordagem e descrição correctas, pode tornar-se num precioso trunfo!

Paulo de Vilhena
Visitante

@Elisio Nogueira e eu gostei da forma como expôs o seu comentário 😉 muito agradecido! 😉 ~nb

Rui Oliveira
Visitante
Rui Oliveira

Caro Paulo, gosto muito dos seus artigos mas tenho que discordar quando diz que um investidor prefere comprar um imóvel em exclusivo porque tem um interlocutor mais fiável. Não pode generalizar e afirmar que quem trabalha em aberto não é de confiança e fiável para com o cliente. Posso dizer-lhe que tenho apanhado muitos investidores que fogem precisamente das redes que trabalham em exclusivo precisamente por terem tido más experiências passadas. É a minha opinião que trabalho nos dois regimes. Cumprimentos

Paulo de Vilhena
Visitante

Olá Rui Oliveira muito obrigado pela sua mensagem. O que escrevo é apenas uma opinião e não uma verdade definitiva. ~nb

Silvia Ferreira
Visitante
Silvia Ferreira

Como consultora Imobiliária CENTURY 21 Horizonte em Matosinhos, só trabalho em exclusividade.
Considero a exclusividade muito mais segura para o cliente, preço único de mercado, único intermediário com o proprietário, sem duvida uma mais valia.

Paulo de Vilhena
Visitante

Bom dia @Sílvia Ferreira, muito obrigado por partilhar a sua opinião 🙂 ~nb

roger
Visitante
roger

Eu como cliente que tem um imóvel à venda em regime de exclusividade, no qual fiz um contrato de 12 meses. Passados 9 meses tive apenas 2 visitas de potenciais clientes, sendo que nem o resultado das visitas me deram. Passam-se meses sem que o agente ou a equipa dele entre em contacto comigo. Já marcaram visitas em que eles próprios nunca apareceram, ligam-me horas depois de eu estar à espera da visita que estava agendada para determinada hora, a informar que a visita foi cancelada (sem comentários), e ainda ficaram ofendidos por eu exigir respeito na comunicação entre as… Read more »

Paulo de Vilhena
Visitante

Olá @roger muito obrigado pela sua mensagem e pela forma como explicou a sua situação. ~nb